Design Thinking: o que é e como implementar?

design thinking

Você já deve ter ouvido falar na metodologia Design Thinking. O nome é famoso no mundo profissional e foi popularizado pelo professor da Universidade de Stanford, David Kelley e seu colega Tim Brown, CEO da consultoria norte-americana de design, IDEO.

Mas, você sabe o que é o Design Thinking e como utilizá-lo para trazer inovação para a empresa em que atua?

Continue a leitura e conheça mais!

O que é o Design Thinking?

Por definição, a metodologia pode ser explicada como uma forma colaborativa de pensar soluções de maneira centrada nas pessoas. Ou seja, a ideia é que, ao criar produtos ou serviços, se faça sempre a seguinte pergunta: qual a necessidade humana por trás dessa solução?

“O Design Thinking é uma abordagem centrada no ser humano para a inovação que se baseia no kit de ferramentas do designer para integrar as necessidades das pessoas, as possibilidades da tecnologia e os requisitos para o sucesso dos negócios.” – Tim Brown

O método consiste em etapas de:

  • Pesquisa    
  • Criação    
  • Aplicação      

Essas etapas são voltadas às necessidades dos usuários, desenvolvidas em equipe, baseadas em empatia, criatividade e razão, para superar desafios dos mais variados.

Qual o processo do Design Thinking?

O processo do Design Thinking pode ser dividido em cinco etapas:

  1. Entendimento

Nessa fase, é feita uma pesquisa com base nas pessoas que vão ser beneficiadas pela solução. Para isso, é necessária uma imersão na realidade dessas pessoas para entender quais as suas necessidades, sua cultura e realidade.

A fase de pesquisa pode acontecer de diversas maneiras: em entrevistas com os usuários e até com observação e acompanhamento da rotina.

2. Definição

Quando os profissionais definem o desafio a ser superado a partir do que observaram na fase de pesquisa, levando em consideração todas as necessidades que devem ser atendidas na solução.

3. Ideação

Nessa fase, uma equipe multidisciplinar se reúne para criar de maneira livre.
É nessa etapa que surgem as ideias a partir de conversas e das famosas reuniões de brainstorm.

4. Prototipagem

Depois de analisar todas as ideias sugeridas na fase anterior, são escolhidas as mais interessantes ou mais recorrentes para serem testadas.

5. Teste

Após a escolha das melhores ideias, é hora de colocá-las      em prática e testar. Nessa etapa, essas ideias são colocadas em prática e observa-se quais são as que fazem mais sentido e atendem melhor às necessidades levantadas.

Como colocar em prática?

Para iniciar o processo, é preciso entender que ele não é linear. Ou seja, as etapas não necessariamente acontecem em uma ordem específica. É possível transitar entre as etapas ou trocar a ordem caso torne o projeto mais ágil. Não há uma regra definida.

O Design Thinking pode ser aplicado pela liderança nas mais diversas áreas dentro de uma empresa, seja na criação de produtos, serviços, conteúdos, para melhorar projetos e até desenvolver novos modelos de negócio.

Por ser um processo baseado em empatia e criatividade, é importante envolver pessoas diferentes, de diferentes áreas, cargos e visões.

Por que usar o Design Thinking na minha empresa?

Com o Design Thinking, é possível juntar inovação e organização, de forma a desenvolver soluções que atendam às necessidades do cliente e resolvam desafios complexos, de forma pensada em conjunto, de forma criativa e prática, por uma equipe multidisciplinar, o que evita surpresas desagradáveis durante o projeto.

Além disso, a metodologia promove uma comunicação eficiente, de forma que os projetos tenham etapas bem definidas, o que facilita na hora de executar. Mesmo que não haja uma ordem 100% definida de execução dessas etapas, a equipe toda conhece o processo e pode administrar o desenvolvimento dos projetos.

Outra vantagem do Design Thinking é o fato de a metodologia incluir testes práticos e observação de resultados baseados em dados durante o processo. Assim, é possível entender, com o exercício da empatia, o que mais se encaixa na necessidade do cliente e, dessa forma, entender ao longo do processo, através de testes A/B, por exemplo, o que funciona melhor.


Agora que você já conhece o que é o Design Thinking, sabe como a metodologia funciona e como pode melhorar os seus projetos, que tal se aperfeiçoar e ser destaque no mercado de trabalho?

Conheça o curso Design Thinking & Innovation, da California State University e passe três semanas na Califórnia aprendendo sobre ferramentas de desenvolvimento de estratégias, implementação de ideias originais e experiências inovadoras nas organizações, com professores Ph.Ds, em aulas práticas, com estudos de caso sobre o tema.

Além disso, visite empresas renomadas para conversar com executivos norte-americanos e estude em uma turma com alunos do mundo inteiro!

Você pode fazer parte das próximas turmas, em julho de 2022 ou janeiro de 2023, e ainda participar do processo seletivo para bolsas parciais de estudos.

Saiba mais sobre a CSUN e sobre o curso e faça sua inscrição.


Gostou do conteúdo? Acompanhe nosso blog e nossas redes sociais para mais dicas. Conheça também as outras instituições de ensino parceiras da IBS Americas, localizadas nos Estados Unidos e Europa e os cursos que você pode realizar para alavancar sua carreira com uma experiência e um certificado internacional!